GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
EXPOMAFE - Feira Internacional de Máquinas-Ferrame ...
(9/5/2017 - 13/5/2017)
São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Informa Exhibitions/Abimaq
Horários: 3ª a 6ª de 10 às 19h; Sábado de 9 às 17 h
Endereço: Rodovia dos Imigrantes Km 1,5

 
 
Power-Gen India & Central Asia
(17/5/2017 - 19/5/2017)
Pragati Maidan, New Delhi, India
PennWell

 
 
Brasil Solar Power 2017
(5/7/2017 - 6/7/2017)
Centro de Convenções Sul Améria, RJ
Grupo CanalEnergia

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  GNV - Novidades Tecnológicas
  Autor/Fonte: Energia Hoje/Sindcomb Notícias
  Data: 05/02/2014

    Mercedes Benz retoma aposta em motor movido a GNV


A Mercedes Benz prevê colocar à venda, até março de 2014, um motor abastecido com diesel e GNV. O modelo foi projetado para uso preferencial em ônibus urbanos como uma alternativa menos poluente para o transporte coletivo nas cidades, embora também possa ser instalado em caminhões.
 
O propulsor OM 926 LA, em regime de baixa velocidade, típico do tráfego engarrafado, pode alcançar até 60% de substituição do diesel pelo GNV, segundo explica o gerente de Desenvolvimento de Motores da Mercedes Benz, Gilberto Leal. O equipamento está enquadrado na norma Proconve P-7, equivalente ao Euro 5.
 
O motor também permite o aumento da mistura de biodiesel ao diesel dos 5% – já adicionado ao combustível nas bombas – para 20%. Algo além desse limite não é recomendado pela fabricante, devido ao risco de emissão de gases além do permitido. A ideia do novo motor é oferecer aos frotistas uma alternativa tecnológica que atenda às atuais metas de corte de emissões de gases de efeito estufa, principalmente em capitais como São Paulo e Rio de Janeiro.
 
O lançamento é a segunda investida da Mercedes Benz na tentativa de ganhar mais espaço no segmento de transporte urbano, a partir do uso de combustível alternativo. No início da década de 1990 a empresa tentou emplacar um motor movido integralmente a GNV. Na ocasião, a prefeitura de São Paulo havia instituído uma lei para substituição integral de toda a frota urbana da cidade, mas a falta de rede de abastecimento de GNV e questões técnicas – como a cara conversão a diesel, no caso de revenda de veículos usados – impediram que a legislação fosse cumprida. O motor ficou sendo produzido somente para exportação.
 
Híbrido
 
Em parceria com a encarroçadora Eletra, de São Bernardo do Campo, a Mercedes também já colocou à venda um veículo hibrido com know how 100% nacional. O modelo inclui um grupo motor gerador e um banco de baterias. Apenas o motor elétrico movimenta o veículo. A energia vem de um grupo motor gerador formado por um motor veicular Mercedes-Benz Euro 5 – movido a diesel, biodiesel ou diesel de cana – e um gerador fabricado pela WEG.
 
A Mercedes Benz, informou Leal, descartou a possibilidade de fabricar ônibus movidos integralmente a etanol. A solução, na visão da empresa, além de apresentar um custo operacional muito dispendioso, requer mudanças nos motores originais e ainda gera dependência do aditivo que precisa ser adicionado ao álcool.

Fonte: Energia Hoje/Sindcomb Notícias, fevereiro, 2014

&

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



 

Informa Group
EXPOMAFE - Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta

  CopyRight © GasNet - 2013