GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Seminário Internacional - Mobilidade a Gás Natural ...
(22/11/2018 - 23/11/2018)
Hotel Hilton Copacabana – Av. Atlântica 1020
Abegás/Gas Natural Fenosa
Evento 100% dedicado ao mercado de GNV
Objetivo:
Apresentar as soluções tecnológicas e os b ...

 
 
Asset Management, Operational Excellence Forum for ...
(29/11/2018 - 30/11/2018)
Bilderberg Garden Hotel, Amsterdam, Netherlands
Informa Exhibitions
"Maintenance for Oil and Gas Petrochemical Europe"
The Asset Management and Operational Excelle ...

 
 
Global Forum on Procurement and Supply Chain Manag ...
(24/1/2019 - 25/1/2019)
Amsterdam, Netherlands
Informa Exhibitions
Global Forum on Procurement and Supply Chain Management for the Oil and Gas Industry has encountere ...

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Distribuição - Novidades Tecnológicas
  Autor/Fonte: Ag.Estado/J.Commercio (RJ)/CanalEnergia
  Data: 03/03/2015

    GasBrasiliano tenta aliar gás e biomassa em usinas


A GasBrasiliano, distribuidora de gás natural do noroeste do estado de São Paulo, mapeou 167 usinas de açúcar e etanol na sua área de concessão na tentativa de quebrar um dos maiores paradigmas do setor energético: aliar uso do gás ao bagaço de cana nas unidades termelétricas.

Segundo o diretor-presidente da GasBrasiliano, Walter Fernando Piazza Júnior, o uso do gás consorciado com a biomassa para o aumento da eficiência energética já ocorre com sucesso em grandes clientes do agronegócio da companhia - como as produtoras de suco de laranja Cutrale e Louis Dreyfus Commodities (LDC).

"O bagaço é úmido, tem uma eficiência energética baixa e ainda vai para as caldeiras com muitos contaminantes. Além de melhorar a eficiência energética, ao ser queimado junto, o gás natural pode ser utilizado em outras fases do processo, como para secar o próprio bagaço", explicou Piazza, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

De acordo com o executivo, a GasBrasiliano já fez contatos com grandes grupos sucroalcooleiros - como o São Martinho e o Renuka - para o uso do gás natural nas usinas térmicas a biomassa e ainda parcerias em pesquisas. "É possível dobrar a eficiência das usinas", afirmou, citando testes já feitos.

As pesquisas devem consumir R$ 5 milhões em três anos e incluem ainda a rota inversa, ou seja, o uso, pela GasBrasiliano, do biogás natural produzido por usinas de cana. Esse biogás seria obtido, de acordo com Piazza, a partir da fermentação da vinhaça, subproduto da produção de açúcar e etanol, e ainda da chamada cana energia, variedade produzida com alto teor de biomassa muito utilizada na cogeração.

Indústrias

Além das usinas de cana, a GasBrasiliano tenta ampliar o uso de gás natural em clientes industriais na área de concessão - nas regiões Central, Norte, Nordeste e Oeste de São Paulo - principalmente produtores de vidro e cerâmica, cuja dependência de energia é alta.

"São empresas cuja energia representa até 25% do custo de fabricação e algumas delas têm projetos para a produção de energia elétrica em turbinas a gás, tamanha a preocupação com a alta do preço do insumo", explicou.

A GasBrasiliano pretende investir R$ 28 milhões na ampliação de sua rede de distribuição e fornecimento de gás em 2015, ante R$ 14,5 milhões em 2014. Além das indústrias, que consomem 96% do volume de 900 mil metros cúbicos diários do gás fornecido pela companhia, a GasBrasiliano pretende construir 40 quilômetros de redes e ainda priorizar no atendimento residencial e comercial de Ribeirão Preto (SP), maior município atendido pela empresa.

 

Fonte: Gustavo Porto, Agência Estado/Jornal do Com

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
Banner Lilás

  CopyRight © GasNet - 2013