GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipam ...
(24/4/2018 - 28/4/2018)
São Paulo Expo Exhibition and Convention Center - Rod. dos Imigrantes Km 1,5
Informa Exhibitions

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Distribuição - Artigos
  Autor/Fonte: Redação Abegás / Diário do Comércio
  Data: 10/02/2017

    Gasmig vai investir R$ 72,4 milhões neste ano


 

Para dar prosseguimento à estratégia de expansão na direção de maior atendimento aos mercados residencial, veicular e industrial no Estado, a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) vai investir R$ 72,4 milhões em 2017.

Os aportes superam em 44,5% os R$ 50,1 milhões realizados em 2016. Além da ampliação da rede de distribuição, será melhorada a eficiência da companhia.

As informações são do gerente de planejamento da Gasmig, Rodrigo Cardoso. Segundo ele, integram os investimentos projetos já em execução, como o “Anel Sul”, na Capital, o de atendimento industrial e urbano no Sul do Estado e o de implantação de uma rede em Juiz de Fora.

“No curto e longo prazos, o objetivo da Gasmig é levar atendimento a diversas regiões, na área de concessão. Fizemos em 2016 um levantamento de mercado e percebemos o quanto é extenso e focado na área urbana. Vamos dar continuidade a isso, viabilizando o atendimento de novas regiões em outros segmentos”.

De toda forma, Cardoso admitiu que o principal foco da estatal seguirá no segmento urbano, que contempla residências e pequenos comércios. A companhia encerrou 2016 com mais de 15 mil clientes na base de dados deste segmento, número que, conforme ele, frente ao potencial do mercado, ainda é muito pequeno.

“O ritmo de crescimento vem aumentando a cada ano. Somente em 2016, foram 11 mil novas ligações. Até o final de 2015, a base de clientes chegava a 4 mil. Nos anos de 2013 e 2012, não chegava a 500”, recordou.

Tamanha aposta já dá resultados e, embora o consumo de gás natural no Estado tenha registrado baixa de 23,8% no acumulado de 2016 sobre o exercício anterior, os segmentos residencial e comercial mostraram aumento no consumo.

No Estado, o consumo chegou a 35,514 milhões de metros cúbicos em 2016, contra 46,66 milhões em 2015. O consumo diário foi de 2,9 milhões de metros cúbicos. No segmento residencial, o total chegou a 40,42 milhões de metros cúbicos no exercício passado.

Um ano antes, o valor era de 12,83 milhões de metros cúbicos. Já no comercial, os números saíram de 294,48 milhões de metros cúbicos para 304,48 milhões de metros cúbicos de um ano para o outro.

O setor industrial, que contribuiu para a baixa do consumo em Minas, foi responsável por 25,794 milhões de metros cúbicos de gás natural. Em 2015, foram 28,739 milhões, diferença de 10,2%.

Fonte: Diário do Comércio

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos 2018

  CopyRight © GasNet - 2013