GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Brasil Solar Power 2017
(5/7/2017 - 6/7/2017)
Centro de Convenções Sul América, RJ
Grupo CanalEnergia

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Termelétricas - Express
  Autor/Fonte: Sueli Montenegro, Agência CanalEnergia
  Data: 15/06/2017

    Leilão de expansão pode contratar térmicas a gás para NE e SE


Também pode haver a contratação de fontes renováveis, que podem entrar como energia de reserva ou até mesmo para garantir a expansão da oferta futura

 

 

 

O governo avalia a necessidade de contratação de termelétricas a gás em leilão no segundo semestre de 2017, para garantir a segurança do abastecimento nas regiões  Nordeste e Sudeste. O assunto chegou a ser discutido na reunião semestral do Conselho Nacional de Política Energética, que aconteceu  no Ministério de Minas e Energia em 08 de junho de 2017. O grosso da pauta foi petróleo e combustíveis, mas autoridades e técnicos presentes também discutiram o agravamento da  situação hídrica do Nordeste.

A intenção de realizar um leilão de reserva e de um A-5 já havia sido anunciada pelo ministério. A eventual promoção de um certame regionalizado para a contratação de energia de base passou a ser cogitada, segundo foi apurado, a partir da leitura de que se houver a retomada do crescimento econômico o Sudeste não vai poder suprir a energia que abastece hoje o Nordeste.

O MME tem acompanhado a situação hidrológica na região, e a avaliação é de que será necessário ter uma alternativa de geração firme, já que os reservatórios das usinas do rio São Francisco não estão em condições de suportar tanto a intermitência das fontes renováveis quanto a necessidade de carga. Estudos ainda estão em andamento, mas a percepção é de que melhor escolha seriam térmicas a gás, mais limpas e mais baratas que outras fontes de energia fóssil.

Para que  a decisão seja tomada, algumas soluções terão de ser desenhadas previamente.  Já existe uma térmica licitada em Sergipe, para a qual se estuda a questão do abastecimento de combustível,  e o terminal de regaseificação de Gás Natural Liquefeito no porto de Pecém, no Ceará.  Os estudos ainda vão definir de que forma as ações do programa Gás para Crescer  entram na equação, que pode incluir a necessidade até mesmo de um outro terminal para importação e processamento de GNL. Há também a definição da localização das usinas.

Outra questão que ainda será decidida é se será haverá a contratação de energia de fontes renováveis apenas em leilão de reserva. Não se descarta que essas fontes entrem na expansão, por causa da descontratação de parte dos excedentes das distribuidoras. 

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
Banner Branco

  CopyRight © GasNet - 2013