GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
EXPOMAFE — Feira Internacional de Máquinas-Ferram ...
(7/5/2019 - 11/5/2019)
São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, Rodovia dos Imigrantes Km 1,5
Informa Exhibitions/Abimaq


 
 
FLAME 2019
(13/5/2019 - 15/5/2019)
Hotel Okura, Amsterdam
Informa Exhibitions
The European meeting place for the global gas & LNG industry

 
 
10ª edição Brasil Offshore | "Brasil Offshore – A ...
(25/6/2019 - 28/6/2019)
Centro de Convenções Roberto Marinho, Macaé (RJ)
FGuaraná Comunicação Estratégica
Horário: terça a sexta-feira, das 14h às 21h

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Geral - Express
  Autor/Fonte: TN Petróleo/Agência Brasil
  Data: 05/10/2018

    Dívida de R$ 2 bilhões com o BB tem pagamento antecipado


A Petrobras efetuou ontem (4) o pré-pagamento de uma dívida de R$ R$ 2 bilhões com o Banco do Brasil, cujo vencimento só ocorreria em 2020.

A informação foi divulgada hoje (5), em nota, pela estatal brasileira do petróleo. Na nota, a Petrobras informa, ainda, ter assinado, simultaneamente com a instituição, uma linha de crédito compromissada no valor dos mesmos R$ 2 bilhões, com vencimento estendido para outubro de 2025.

Segundo a Petrobras, a nova linha representa uma fonte adicional de liquidez para a companhia utilizar conforme suas necessidades. “Dessa forma, a Petrobras poderá usar seu caixa para liquidação antecipada de dívidas já existentes, propiciando a redução do custo com juros, sem perda de liquidez”.

A Petrobras disse que, com essa contratação, a companhia passa a ter em linha de crédito compromissada disponível um total de R$ 6 bilhões com bancos brasileiros e US$ 4,35 bilhões com bancos internacionais.

“As operações estão em linha com a estratégia de gerenciamento de passivos da companhia, que visa à melhora do perfil de amortização e do custo da dívida, levando em consideração a meta de desalavancagem prevista em seu Plano de Negócios e Gestão 2018 - 2022”.

 

 

 
Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
EXPOMAFE 2019

  CopyRight © GasNet - 2013