GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Deepwater Operations
(6/11/2018 - 8/11/2018)
Moody Gardens Hotel & Convention Center, Galveston, TX USA
PennWell Petroleum Group

 
 
EXPOMAFE — Feira Internacional de Máquinas-Ferram ...
(7/5/2019 - 11/5/2019)
São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, Rodovia dos Imigrantes Km 1,5
Informa Exhibitions/Abimaq


 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Termelétricas - Artigos
  Autor/Fonte: CanalEnergia News Diária
  Data: 05/10/2018

     Prumo: GNA segue com obras nas térmicas do Porto do Açu


Obra já está com mais de mil funcionários e fará com que região Norte do RJ se transforme em polo de termeletricidade

A GNA, subsidiária da Prumo Logística, segue com as obras das térmicas localizadas no Porto do Açu, no Norte do Rio de Janeiro. As UTEs Gás Natural Açu I e II, que somam 3.000 MW, vão demandar investimentos de R$ 8 bilhões até 2022. Movidas a GNL, o projeto compreende também um terminal de regaseificação. Em entrevista exclusiva à Agência CanalEnergia durante a Rio Oil & Gas, Guilherme Penteado, diretor de regulação da GNA, elogiou o ritmo de obras e a sinergia dos empreendimentos. Boa parte da obra feita na UTE GNA I vai ser aproveitada e compartilhada com a UTE GNA II e as obras estão indo bem, explica.

O canteiro de obras já tem mais de mil funcionários e o pico das obras deve reunir 4.500 funcionários. As duas usinas produzirão energia suficiente para abastecer o equivalente a 5,5% da demanda brasileira. O Porto comporta mais usinas e mesmo sem ter conseguido êxito no último leilão A-6, o fôlego para a expansão da empresa não diminuiu. Temos a ideia de continuar com expansão, temos mais 3.400 MW de capacidade instalada para implantar e estamos com esses projetos praticamente prontos para serem habilitados no ano que vem e nos próximos anos, avisa.

Além das duas usinas, a região do Norte Fluminense também vai abrigar a UTE Vale Azul (466 MW), em Macaé. Essa usina também foi viabilizada no mesmo leilão de 2017 da UTE GNA II e tem a Shell como uma das investidoras. Segundo o executivo, a importância desse polo termelétrico no estado já foi reconhecido pela Empresa de Pesquisa Energética, que planejou uma linha de transmissão que será leiloada no próximo leilão de LTs, para atender toda a região. A linha de 500 kV vai sair de Campos e vai até Mutum (MG). Essa LT vai contemplar tanto os projetos que foram vencedores de leilão quanto os outros que vão vir de gás importado e do pré-sal, aponta.

 

Fonte: CanalEnergia News Diária (

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
Banner Lilás

  CopyRight © GasNet - 2013