GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Seminário Internacional - Mobilidade a Gás Natural ...
(22/11/2018 - 23/11/2018)
Hotel Hilton Copacabana – Av. Atlântica 1020
Abegás/Gas Natural Fenosa
Evento 100% dedicado ao mercado de GNV
Objetivo:
Apresentar as soluções tecnológicas e os b ...

 
 
Asset Management, Operational Excellence Forum for ...
(29/11/2018 - 30/11/2018)
Bilderberg Garden Hotel, Amsterdam, Netherlands
Informa Exhibitions
"Maintenance for Oil and Gas Petrochemical Europe"
The Asset Management and Operational Excelle ...

 
 
Global Forum on Procurement and Supply Chain Manag ...
(24/1/2019 - 25/1/2019)
Amsterdam, Netherlands
Informa Exhibitions
Global Forum on Procurement and Supply Chain Management for the Oil and Gas Industry has encountere ...

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Distribuição - Artigos
  Autor/Fonte: CanalEnergia News Diária
  Data: 20/10/2018

    Consumo de gás pela indústria ultrapassa 30 mi de m³/dia pela 1ª vez em 3 anos


O consumo de gás natural na indústria brasileira em agosto/2018 ultrapassou o patamar de 30 milhões metros cúbicos/dia pela primeira vez em 38 meses. A informação consta na última atualização do levantamento estatístico da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado – Abegás, realizado com concessionárias em 20 estados.

De acordo com os dados coletados, o segmento industrial consumiu em agosto 30,3 milhões de metros cúbicos/dia ante 30 milhões de metros cúbicos/dia em abril de 2015. O consumo industrial teve crescimento em todos os indicadores: na comparação com julho deste ano, a alta é de 3,5%; no acumulado do ano, o número evoluiu 4,6% em relação à média dos oito meses iniciais do ano passado. Em comparação com os números de agosto de 2017, o avanço é de 7%.

O presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon, comentou sobre o volume histórico É o maior volume de consumo da indústria registrado pela Abegás em sua série, desde 1998. Para ele o aumento é explicado pela gradual retomada da economia após anos de recessão, além do fato de a indústria cada vez mais apostar nesta fonte limpa, eficiente e mais segura do ponto de vista logístico.

Para Salomon, o gás natural é estratégico para o Brasil retomar o crescimento, reforçar a segurança energética do país e cumprir as metas ambientais da COP21. É salutar a Tomada Pública de Contribuições lançada pela ANP. Essa iniciativa conta com o nosso apoio e será fundamental para a expansão da infraestrutura do Brasil, destacou o presidente executivo da Abegás.

Segundo a Associação, caso sejam adotadas medidas que aumentem a concorrência e a competitividade, como o acesso a gasodutos de escoamento, a unidades de tratamento de gás natural e a terminais de regaseificação, entre outras, o setor pode atrair US$ 32 bilhões em investimentos e gerar até 20 mil empregos por ano.

A alta do consumo de Gás Natural Veicular é um dos destaques desta edição do levantamento. O uso do GNV teve uma elevação de 16,1% em relação a agosto do ano passado e de 11,8% no acumulado do ano. Na comparação com julho, a evolução foi de 3,5%.

Esse resultado confirma nossas expectativas de que greve dos caminhoneiros aguçou a percepção do consumidor sobre as vantagens do GNV. Afinal, quem tinha carro movido a GNV continuou abastecendo normalmente, comentou o executivo, completando que esse fator, aliado à competitividade do gás aumentou o número de conversões. A projeção é de que o consumo, ao final do ano, cresça 12% em relação aos números de 2017.

Nas residências, o consumo se manteve estável em relação ao ano passado. O segmento comercial continua apresentando recuperação e teve um consumo comercial 6,6% maior que em 2017. A evolução do acumulado é de 8,3%, e no comparativo com julho, com queda de 6,3%.

Na geração elétrica, o consumo teve uma retração de 20% em relação a 2017 e crescimento de 8% no acumulado do ano. Na comparação com julho, o recuo é de 8,4%. Na cogeração, o segmento acompanha o desempenho do industrial, com crescimento de 5,5 % na comparação com 2017 e de 10,4% no acumulado até agosto de 2018. Na relação com julho, o aumento foi de 7,2%.

Quanto as regiões, os destaques foram para salto de 92,5% no segmento comercial do Norte e expansão no consumo residencial no Centro-Oeste, e de 31,8% no consumo de GNV na região Sul, todos na comparação com o mês anterior.

 
Fonte: CanalEnergia News Diária (18/10/2018) 
Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
Banner Lilás

  CopyRight © GasNet - 2013