GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Distribuição - Artigos
  Autor/Fonte: Brasil Energia Online
  Data: 12/12/2018

    Gas Natural Fenosa no Brasil muda de nome


 

Como parte do posicionamento de sua controladora na Espanha, a Gas Fenosa no Brasil também passará a se chamar Naturgy a partir do próximo dia 10/12. Além disso, todas as distribuidoras de gás natural do grupo, como Ceg, Ceg Rio e Gas Fenosa (SP), mudam de nome e passam também a se chamar Naturgy. A Gas Natural Serviços, que atua no mercado de soluções energéticas, passa a se chamar Naturgy Soluções.

Para que os consumidores possam conhecer o novo nome, a mudança será divulgada em campanha publicitária nos próximos quatro meses e por meio dos canais próprios da empresa, como site, redes sociais e contas de gás.

A Naturgy prevê investir cerca de R$ 1,7 bilhão no Brasil até 2022. O foco será o fomento da utilização do gás natural entre os clientes já existentes nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, por meio da ampliação das vendas e do desenvolvimento de novos produtos e equipamentos a gás.

A country manager da Naturgy no Brasil, Katia Repsold, afirmou que a nova marca, já adotada pela matriz, na Espanha, tem como objetivo posicionar a empresa como uma operadora global de energia e não apenas como empresa de gás natural.

No Brasil, as três distribuidoras de gás têm juntas 1,1 milhão de clientes. A expectativa é captar pelo menos 250 mil novos clientes nos próximos cinco anos. Entre 2013 e 2018, a empresa passou a atender nove novos municípios no estado do Rio como Japeri, Maricá e Mangaratiba, na região metropolitana do Rio; Angra dos Reis, Cachoeiras de Macacu e Saquarema, no interior do estado; e Botucatu, Itapetininga e Tietê, em São Paulo.

A Naturgy opera ainda dois projetos de geração de energia solar – localizados no Piauí, já em operação; e em Minas Gerais, em fase de construção - que receberam investimentos de R$ 765 milhões e devem gerar cerca de 319 GWh.

 

Fonte: Brasil Energia /Sindicomb Notícias (07/12/2018)

 

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group

  CopyRight © GasNet - 2013