GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Produção - Artigos
  Autor/Fonte: CanalEnergia News Diária
  Data: 07/02/2019

    Produção de petróleo cresce 4,8% em dezembro, afirma ANP


Prospecções também aumentaram 3,9% no Pré-sal e 1,2% no gás natural. No comparativo anual, país produziu 1% a menos de petróleo que 2017

A produção de petróleo e gás no Brasil totalizou 3,406 milhões de barris de óleo equivalente por dia no mês de dezembro, sendo 2,691 milhões de barris de petróleo e 114 milhões de m³ diários de gás natural. Os números constam no boletim mensal de produção realizado pela ANP, e apontam aumento de 4,8% na produção de petróleo em relação ao mês anterior e 3% quando comparada com novembro do ano passado. Já a produção de gás natural registrou incremento de 1,2% em relação ao mês anterior e de 0,3% na comparação com 2017.

No comparativo entre os dois últimos anos, a produção total de petróleo em 2018 foi de 944,1 milhões de barris, com média diária de 2,586 milhões de bbl/d. Diminuiu 1% em relação à produção gerada no ano de 2017. Já a prospecção de de gás foi de 40,8 bilhões de m³, com média diária de 111 MMm³ /d. Aumentou 1% em relação ao resultado ao ano passado.

Quanto a produção do pré-sal, dezembro movimentou 1,888 milhão de boe/d, elevação de 3,9% em relação ao mês anterior. Foram produzidos 1,5 milhão de barris de petróleo por dia e 61,5 milhões de m³ diários de gás natural por meio de 85 poços. A participação da camada na produção total nacional no mês foi de 55,4%.

O aproveitamento de gás natural alcançou 95,9% do volume total produzido, 57,8 milhões de m³ diários sendo disponibilizados ao mercado. A queima de gás somou 4,6 milhões de m³/dia, um aumento de 10,3% se comparada ao mês anterior e de 20,2% em relação a dezembro de 2017. O principal motivo para o aumento foi a continuidade do comissionamento da plataforma P-75, operando no campo de Búzios.

O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor, com média de 897 mil bbl/d de petróleo e 38,5 milhões de m3/d de gás natural. Os campos marítimos prospectaram 96% do petróleo e 83,7% do gás natural, com a operação acontecendo em 7.359 poços: 711 marítimos e 6.648 terrestres.

A Plataforma FPSO Cidade de Maricá, produzindo no campo de Lula por meio de cinco poços a ela interligados, gerou 150,6 mil barris diários e foi a instalação com maior produção de óleo. Já Polo Arara, por meio de 39 poços interligados, produziu 7,9 milhões de m3/d e foi a instalação com maior produção de gás natural.

Outras informações

Em dezembro de 2018, 309 áreas concedidas, uma área de cessão onerosa e cinco de partilha, operadas por 32 empresas, foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 79 são marítimas e 236 terrestres. Do total das áreas produtoras, 13 são relativas a contratos de áreas contendo acumulações marginais.

As bacias maduras terrestres prospectaram 112,7 mil boe/d, sendo 88,8 mil bbl/d de petróleo e 3,8 milhões de m3/d de gás natural. Desse total, 106,6 mil barris de óleo equivalente por dia foram operados pela Petrobras e 6,1 mil boe/d por outras concessões, sendo 365 boe/d em Alagoas, 3.183 boe/d na Bahia, 26 boe/d no Espírito Santo, 2342 boe/d no Rio Grande do Norte e 207 boe/d em Sergipe.

 

Fonte: CanalEnergia News Diária (04/02/2019)   

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group

  CopyRight © GasNet - 2013