GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipam ...
(24/4/2018 - 28/4/2018)
São Paulo Expo Exhibition and Convention Center - Rod. dos Imigrantes Km 1,5
Informa Exhibitions

 
 
22nd International Conference and Exhibition on P ...
(22/5/2018 - 24/5/2018)
Marriott Houston Westchase, Houston, TX USA
PennWell Corporation

 
 
27th World Gas Conference
(25/6/2018 - 29/6/2018)
Washington, D.C.
IGU - International Gas Union
The World Gas Conference is held every three years in the country holding the Presidency of the Inte ...

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  GNC - Artigos
  Autor/Fonte: Jornal do Commercio PE/ Sindcomb Notícias, maio/08
  Data: 30/05/2008

    Copergás leva gás para o interior de Pernambuco de caminhão


Enquanto a Companhia Pernambucana de Gás (Copergás) não conclui as obras do gasoduto Recife-Caruaru - paradas desde 22 de dezembro passado -, ela usa outras alternativas para fomentar o uso do gás natural veicular (GNV) no Agreste. Em início de maio/08, a Copergás começou a entrega do gás natural comprimido (GNC), transportado em cilindros, para Gravatá. A entrega é feita por caminhões, como já ocorre em Caruaru. Outros três municípios serão abastecidos, da mesma forma, a partir de outubro. Em paralelo, a estatal mantém contatos técnicos com duas construtoras sobre uma possível parceria público-privada (PPP) para expansão da malha de gasodutos - conversas em fase inicial.

O frete do transporte por rodovia eleva o preço final do produto, admite o presidente da Copergás, Aldo Guedes. Enquanto a média do preço do metro cúbico (m³) do GNV é de R$ 1,699 na região metropolitana, em Caruaru fica na faixa de R$ 1,85 e, em Gravatá, por volta de R$ 1,80. "Sai um pouco mais caro, mas, ainda assim, representa uma economia considerável com relação ao preço da gasolina", argumenta Guedes. O transporte para Caruaru é realizado pela BR Distribuidora e, para Gravatá, a Mastergás efetua a entrega.

Segundo Aldo, essa foi a alternativa encontrada para abastecer os postos de combustíveis dessas áreas, que, até o final do ano - espera o executivo - já receberão o gás natural canalizado.

As obras do gasoduto Recife-Caruaru, com 120 km de extensão, foram iniciadas em 17 de janeiro de 2006 e tinham previsão de entrega para 17 de janeiro do ano passado. Mas a baiana GDK, contratada para executar o projeto por R$ 95 milhões, abandonou os trabalhos alegando um crescimento inesperado nos custos. Depois de encontrar 50 mil m³ de rocha, a GDK pediu um aditivo de R$ 47 milhões à Copergás, mas não foi atendida.

No dia 17 do mês passado, a estatal lançou nova licitação para o gasoduto, desta vez para convocar uma empresa que conclua a obra. As propostas devem ser enviadas até o final deste mês de maio.

Aldo diz que tem, na gaveta, ainda, um projeto de PPP que chegaria a R$ 500 milhões, e que duas empresas, a Construtora OAS e a Galvão Engenharia iniciaram contatos técnicos sobre a proposta. "O estudo de viabilidade econômica deve ser feito pelo eventual investidor. Estamos mostrando possíveis áreas. O investimento em gasodutos é alto. A concessão seria por 20 ou 30 anos e eles cobrariam pelo transporte do gás. As propostas contemplariam um gasoduto até Petrolina ou Arcoverde."

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group
FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos 2018

  CopyRight © GasNet - 2013