GNL TN Petróleo/Agência Petrobras 29 setembro 2020

Esclarecimento sobre licitação do Terminal de Regaseificação da Bahia

Em virtude dos fatos revelados da 75º fase da Operação Lava Jato relacionados ao Grupo Golar Power, a Petrobras informa que está em andamento uma revisão da Análise de Integridade deste fornecedor. Esta análise é feita regularmente com todos os fornecedores da companhia e atribui diferentes Graus de Risco de Integridade (GRI). Qualquer alteração na percepção de risco de integridade ao qual a Petrobras pode estar exposta ao se relacionar com as empresas do Grupo Golar Power será comunicada de forma tempestiva aos seus Representantes Legais. 

No caso do processo licitatório para arrendamento do Terminal de Regaseificação da Bahia (TR-BA), o edital impede a participação de qualquer empresa ou consórcio com GRI alto. O documento também prevê que todas as partes interessadas em iniciar e manter relacionamento com a Petrobras serão submetidas a diligências apropriadas de acordo com o Programa Petrobras de Prevenção da Corrupção (PPPC). 

Além da revisão do GRI, a Petrobras enviou uma carta à BR Distribuidora, na qualidade de acionista da empresa, solicitando esclarecimentos sobre a parceria da BR com a Golar Power diante dos fatos revelados pela Operação Lava Jato. Cabe salientar que a Petrobras não é acionista controladora da BR Distribuidora.