Produção ANP 07 dezembro 2020

Produção de gás natural aumenta 3,8% em outubro, afirma ANP

Volume é 1,2% menor em relação ao mesmo mês do ano passado e queima do insumo reduz 13% em média nas duas bases de comparação

A produção de petróleo e gás no Brasil em outubro/2020 atingiu 3,692 milhões de barris de óleo equivalente por dia (MMboe/d), sendo 2,874 MMbbl/d de petróleo e 130 milhões de m3 por dia (MMm3/d) de gás natural, que teve aumento de 3,8% em relação a setembro/2020 e redução de 1,2% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, informa o Boletim Mensal da ANP.

A produção no Pré-sal chegou a 2,535 MMboe/d no mês, sendo 2,013 MMbbl/d de petróleo e 82,986 MMm3/d de gás. No total, houve redução de 2% em relação ao mês de outubro/2020 e aumento de 5,9% em relação a outubro de 2019, com a prospecção vindo de 117 poços e correspondendo a 68,7% da matriz nacional.

Quanto ao aproveitamento do gás natural, o índice marca 97,7% e 54,7 MMm³ disponibilizados por dia ao mercado. Por sua vez a queima do insumo movimentou 3,1 MMm³/d, redução de 13% em relação ao mês anterior e de 13,8% na comparação anual.

Destaques – O campo de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, fechou outubro/2020 como maior produtor de petróleo e gás natural, registrando 882 MMbbl/d e 38,7 MMm3/d respectivamente. A instalação Polo Arara, no campo de Arara por meio de 33 poços a ela interligados, produziu 6,834 MMm³/d, sendo o polo com maior produção de gás natural.

Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores terrestres: 1.039. E Tupi, na Bacia de Santos, foi o território marítimo com maior número de áreas de prospecção, chegando a 58.

 

Fonte:CanalEnergia News Diária (1/12/2020)