GNV Sindcomb Notícias/Mobiauro 19 março 2021

Aumento do preço dos combustíveis faz disparar procura pelo GNV

Estabelecimentos especializados na instalação de kit para gás natural em veículos relatam aumento extraordinário na demanda

Depois de seis aumentos no valor da gasolina só em 2021, brasileiros buscam alternativas para gastar menos na hora de abastecer.

Técnicas de direção para melhorar a autonomia do carro ou até mesmo um veículo híbrido são algumas alternativas para economizar, mas quem aparece como opção favorita nas últimas semanas é o GNV (Gás Natural Veicular).

Com a gasolina atingindo valores considerados absurdos pelos consumidores, a procura por GNV aumentou nos quatro cantos do Brasil. A explicação é muito simples: enquanto algumas regiões do país já registram a cobrança de mais de R$ 7 pelo litro da gasolina, o GNV custa em média R$ 3,40 por metro cúbico. 

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

Para incentivar ainda mais a procura e a adesão ao GNV, a Companhia de Gás Natural de Minas Gerais anunciou que manterá o valor do gás natural congelado por 90 dias, contados a partir de 3 de março.

Estabelecimentos especializados na instalação de kit para gás natural em veículos relatam aumento extraordinário na demanda

 

Enquanto isso, com mais de 50% de aumento da gasolina em relação a dezembro de 2020, o preço médio do litro nas refinarias já está em R$ 2,84. 

Nas bombas, o preço médio em cada capital variou entre R$ 4,73 e R$ 6,02 na semana de 7 a 13 de março, segundo a Síntese Semanal do Comportamento dos Preços dos Combustíveis divulgada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe

Já de 13 a 19 de dezembro de 2020, uma semana antes do natal, o preço médio do litro variava de R$ 3,72 a R$ 5,06, de acordo com relatório divulgado na época pela ANP.

Em São Paulo, a maior cidade do país, o valor médio foi de R$ 4,24 no fim do último mês do ano passado para R$ 5,25 na semana mais recente. Ou seja: para encher um tanque de 60 litros na capital paulista três meses atrás, o custo era de R$ 254,40. Agora, já passa de R$ 315, uma diferença de mais de R$ 60 ou quase 25%.

Leia também: 5 formas de economizar até 50% de combustível sem instalar nada no carro

Autonomia gasolina x GNV

 

Estabelecimentos especializados na instalação de kit para gás natural em veículos relatam aumento extraordinário na demanda

 

O GNV tem um valor mais atrativo que o da gasolina e, além disso, oferece cerca de 57% mais autonomia em relação ao combustível líquido derivado do petróleo e 62% em relação ao etanol, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Gás Canalizado (ABEGÁS).

Porém, o cálculo da autonomia e economia que o gás natural oferece na prática é complexo e varia de carro para carro, pois muito fatores influenciam. Para facilitar esse cálculo, alguns sites oferecem simuladores online, como o da distribuidora de gás Naturgy.

Confira as melhores ofertas de carro perto de você

Entretanto, é necessário ponderar a decisão. Primeiro, porque um veículo perde desempenho ao usar gás natural e fica mais lento. Segundo, porque o valor dos combustíveis no Brasil está muito volátil nos últimos anos. 

No final de 2020, o mesmo GNV que hoje tem sido a salvação para muitos motoristas teve um reajuste de 33% no valor de venda para as distribuidoras, fazendo com que muitos consumidores pensassem em desinstalar o kit naquela época.

Três meses depois, parece que o jogo virou: o GNV se mostra uma alternativa mais econômica diante do preço exorbitante da gasolina e quem vendeu o kit GNV já deve ter se arrependido e estar pensando em comprar outro. 

Leia também: Documento do carro digital: já é possível transferir tudo online?

Aumento de demanda em São Paulo

Entramos em contato com diversas empresas especializadas na instalação de kit de GNV em São Paulo, cidade onde, diferentemente do Rio de Janeiro, a procura pelo gás não era tão alta. A resposta foi unânime: a busca pelo kit aumentou significativamente no mês de março. 

Osmar Brazioli, sócio da Osagás, relatou que há três semanas realizava de uma a duas instalações por dia no seu estabelecimento localizado em Osasco, cidade vizinha à capital e que faz parte da região metropolitana. Agora, sua empresa faz de sete a oito instalações por dia. 

Brazioli ainda afirma que só não tem atendido mais clientes por falta de mão de obra. “Eu tenho 13 funcionários só no setor de instalação e manutenção. Se tivesse mais, teria pedidos suficientes para fazer de 10 a 14 instalações por dia. A demanda não para. Só tenho agenda aberta para instalação a partir de 1º de abril”, conta.

Leia também: Como o estilo de condução afeta (e muito) o consumo de combustível

 

Estabelecimentos especializados na instalação de kit para gás natural em veículos relatam aumento extraordinário na demanda

 

Outra empresa de Osasco, a Nova Geração também relata o aumento na procura pelo kit. Natália Oliveira, proprietária do estabelecimento, revelou que o número de instalações triplicou em março, passando de quatro para 12 por semana.

Stivy Melo, sócio da ‘Com Gás’, empresa especializada na instalação do kit de gás natural veicular da Zona Leste de São Paulo, acrescentou que sua média de serviços passou de um a dois por dia em fevereiro para quatro a cinco em março. Lá, o valor é de R$ 3.200 por um kit de quinta geração.

Ainda na Zona Leste, a Clairgás, cobra R$ 3.900 por kit GNV de quinta geração e 15 metros cúbicos de capacidade. O estabelecimento passou de uma para três instalações por dia. 

A proprietária, Michelly Brito, revelou que está começando a faltar material no mercado devido à alta demanda. Enquanto isso, na SM Serviços Automotivos e GNV, em Pirituba, Zona Norte da metrópole, viu saltar de um para cinco a média diária de kits instalados.

Em todos esses locais, os preços orbitam a faixa de R$ 3.200 a R$ 4.500 para instalar um kit de quinta geração.

Leia também: Com preços dos combustíveis nas alturas, vale a pena ter um carro híbrido?

 

Aumento de demanda Rio de Janeiro e Minas Gerais

O empresário Mauro Bopp, proprietário do Centro Automotivo Gás Flex, localizado em Belo Horizonte (MG), conta que em fevereiro sua empresa realizava uma instalação de kit GNV por dia, mas agora tem feito de cinco a sete. 

Em Campo Grande (RJ), a Tecnogás Soluções em GNV dobrou o número de instalações, passando de três para seis por dia, conforme nos contou Thainá Saldanha, sócia do estabelecimento.

Leia também: Os carros mais econômicos do Brasil nos últimos 10 anos
 

Benefícios e “senões” do GNV

Além do valor mais atraente, o Gás Natural Veicular também oferece outros benefícios, segundo a Comgás, distribuidora de gás no Estado de São Paulo. Ele não pode ser adulterado, como ocorre com outros combustíveis, emite menos poluentes que a gasolina e o etanol, e o kit ainda pode ser transferido para outro veículo.

Por outro lado, como já dissemos, automóveis movidos a gás apresentam uma pequena perda de potência em relação a modelos equivalentes sem a conversão. Por fim, a instalação pode acarretar perda de garantia dos componentes modificados e o cilindro deixará o veículo mais pesado, além de tomar algum espaço do porta-malas. Outro ponto que deve ser considerado, é que o GNV realmente vale a pena para quem roda muito com o carro, pois assim terá o retorno do valor pago kit mais rápido.