Produção TN Petróleo/Agência Petrobras 07 abril 2021

Início de produção de Mero 1 passa para o 1º trimestre de 2022, divulga Petrobras

Início de produção de Mero 1 passa para o 1º trimestre de 2022, divulga PetrobrasA Petrobras postergou a previsão de início de produção de Mero 1, através do FPSO Guanabara, do 4º trimestre de 2021 para o 1º trimestre de 2022. O FPSO está em conversão na China e em função do cenário de pandemia da Covid-19 houve atraso nas obras da unidade, com consequente ajuste no cronograma.

O FPSO Guanabara será instalado no campo de Mero, pertencente ao bloco de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, com capacidade de processamento de 180 mil barris de óleo por dia. O campo de Mero é operado pela Petrobras (40%) em parceria com a Shell Brasil Petróleo Ltda. (20%), Total E&P do Brasil Ltda. (20%), CNODC Brasil Petróleo e Gás Ltda. (10%), CNOOC Petroleum Brasil Ltda. (10%) e Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA), que exerce papel de gestora desse contrato.