GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  GNL - Novidades Tecnológicas
  Autor/Fonte: Shoptrans/Sindcomb Notícias
  Data: 2011-08-26

    Volvo é a primeira a oferecer caminhões a gás para operações de longas distâncias na Europa


 

A Volvo Trucks está dando cada vez mais atenção aos combustíveis alternativos, e recentemente fez o lançamento do novo Volvo FM Metano-Diesel. O novo caminhão é movido por uma mistura de combustíveis com até 75% de gás.

Graças à sua tecnologia de eficiência de combustível, que amplia as possibilidades operacionais do veículo, é possível reduzir consideravelmente as emissões de CO2 em aplicações de transporte pesado, em longas distâncias. O Volvo FM Metano-Diesel vai ser vendido na Europa.

Nosso modelo metano-diesel oferece novas condições para o mercado de caminhões movidos a gás. Com o uso de gás natural liquefeito, em um motor a diesel eficiente, tornamos possível o uso de caminhões a gás em operações de transporte pesado e em grandes distâncias. Somos o primeiro fabricante da Europa a oferecer esta alternativa”, conta Claes Nilsson, presidente da divisão européia (Europe Division), da Volvo Trucks.

A empresa está desenvolvendo tecnologia que usa gás, para que essa alternativa seja mais atrativa para o setor de transporte, com uma redução significativa do impacto ambiental provocado por veículos pesados rodoviários. A solução do FM Metano-Diesel, com gás natural, gera 10 % menos CO2, se comparada com o motor a diesel. No longo prazo, a Volvo Trucks acredita no aumento do uso de gás natural como um passo importante em direção à uma maior disponibilidade e do uso do bio-gás, o que reduz ainda mais as emissões de CO2.

Alternativa importante

Estamos convencidos que o gás liquefeito é uma das mais importantes alternativas futuras para os combustíveis usados nos veículos atuais” afirma Lars Mårtensson, diretor de assuntos ambientais da Volvo Trucks.

Se comparada com os motores convencionais a gás, que usam velas, a tecnologia de gás combustível da Volvo oferece de 30 a 40% mais eficiência, e uma redução do consumo de combustível em 25%. Isso significa que o caminhão movido a bio-gás da Volvo é capaz de reduzir a emissão de dióxido de carbono em até 70%, se comparado com o motor a diesel convencional.
Uma vez que o preço do gás natural é, quase sempre, significativamente menor que o preço do diesel, a economia também é um atrativo – e, muitas vezes, uma pré-condição para a aceitação mais ampla de uma nova tecnologia.

Europa e EUA

O gás natural é uma alternativa atrativa, de considerável interesse, em muitos países e regiões, em todo o mundo. Esse interesse está sendo grandemente impulsionado por considerações ambientais como também por questões relacionadas com o fornecimento seguro de energia. Nos Estados Unidos e em algumas regiões da Ásia e da Europa, veículos a gás já são usados ou decisões já foram tomadas para investir nessa fonte de energia. Na Tailândia, por exemplo, é um método com infraestrutura estabelecida e boa disponibilidade,” explica Mårtensson.

As primeiras unidades do FM Metano-Diesel serão vendidas na Holanda, Grã Bretanha e Suécia, onde existe uma melhor infraestrutura para o fornecimento de gás. Os planos são de fabricar 100 caminhões até o final do ano. A produção em série será iniciada ainda em agosto.

Se as coisas correrem como planejado, esperamos que as vendas sejam feitas em seis ou oito países europeus dentro de dois anos, com um total anual de cerca de 400 caminhões. As vendas futuras dependerão muito, naturalmente, da expansão dos postos de abastecimento de gás liquefeito, para veículos comerciais”, complementa Nilsson.

Sobre o FM Metano-Diesel

O Volvo FM Metano-Diesel é movido com até 75% de gás natural ou bio-gás (gás metano). A tecnologia do motor baseia-se em um motor a diesel convencional equipado com injetores de gás, um tanque de combustível especial, do tipo Thermos, que mantém o gás liquefeito e resfriado a -140 graus Celsius, e um conversor catalítico modificado especial.

Com o uso de gás liquefeito, muito mais combustível pode ser armazenado nos tanques, já que o combustível fica comprimido. Isso faz com que o caminhão metano-diesel vá mais longe, se comparado a veículos movidos a gás tradicionais, que ainda usam tecnologia com velas. Em um caminhão com peso bruto de 40 toneladas, o tanque de combustível pode comportar gás para rodar até 500 quilômetros em condiç&o

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group

  CopyRight © GasNet - 2013