GasNet - O Site do Gás Natural e GNV    
Distribuição Produção Legislação Termelétricas GD - Geração Distribuída Novas Tecnologias Cursos & Eventos Instituições

Tenha o GasNet no seu celular

Disponível para iPhone na AppStore

Disponível para Android na GooglePlay

 
 
Atena Engenharia Leia as histórias do Netinho (nosso mascote) Acesse a nossa seção e saiba tudo sobre GNV Leia as histórias do Netinho (nosso mascote)
  Geral - Atualidades
  Autor/Fonte: Felipe Maciel, Guilherme Serodio e Larissa Fafá
  Data: 07/10/2019

    Treze empresas estão habilitadas para a 6ª rodada de partilha do pré-sal


Treze empresas estão habilitadas para a 6ª rodada de partilha do pré-sal, marcada para 7 de novembro de 2019. Na lista de operadoras: BP, Chevron, CNDC, CNOOC, ExxonMobil, Petrobras, Petronas, Repsol Sinopec e Shell.

-- Como não operadoras: Ecopetrol, Murphy, QPI e Wintershall DEA. Praticamente o mesmo grupo que está apto a participar do leilão dos excedentes da cessão onerosa, marcado para o dia anterior, em 6 de novembro de 2019.

-- Ausência sentida na lista é a francesa Total, que tem participado de todos os leilões desde a retomada das licitações. A empresa está habilitada tanto para a cessão quanto para 16ª rodada de concessões, que acontecerá na próxima quinta-feira dia 10 de outubro de 2019.

Em epbr: as 17 empresas inscritas na 16ª rodada (10/10); as 14 do leilão dos excedentes (06/11) e as 13 da 6ª rodada de partilha (07/11). 

Mas o rateio da cessão na Câmara Federal segue enrolado. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) poderia ter lido e aprovado o relatório da PEC 152, mas os deputados se rebelaram contra a pressão que vêm sofrendo para seguir o que foi decidido no Senado.

-- Líder do partido do governo, o Delegado Waldir (PSL/GO) deu o tom da sessão: não sou capacho de nenhum governador. Os deputados querem mais dinheiros para as prefeituras. epbr

-- O plano B do governo, que encontra apoio no presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM/AP), é editar uma medida provisória para selar o rateio. Rodrigo Maia reagiu dizendo que é inconstitucional. epbr

-- Virou troca de ameaças: um lado diz que passa por cima do outro com a MP, que responde colocando na mesa o risco de judicialização no STF.

E a pressão no governo e no ministro Paulo Guedes aumenta, porque o rateio entrou de vez na pauta dos parlamentares, que têm nas mãos a Reforma da Previdência. Senado aprovou um texto com alterações em 1º turno, mas Alcolumbre já fala em adiar o fim da votação em uma semana.

-- Para o leilão, governo garante que está tudo certo e que a discussão do rateio não vai impedir a aprovação do PLN pelo Congresso Nacional, para autorizar a União a fazer o pagamento da cessão com a Petrobras.

 

 

Fonte: EPBR Online (04/10/2019)

 

 

 

Fonte: EPBR - Editada por Gustavo Gaudarde - 

 

Compartilhe este texto com seus amigos:
 



  Gasodutos
  Cogeração
  GNC

Informa Group

  CopyRight © GasNet - 2013